Como se Preparar para Fazer uma Massagem

Preparação da massagem

A massagem terapêutica, para muitos, é encarada não apenas como uma terapia ou um tratamento alternativo para doenças, males e enfermidades.

Para muitos profissionais e até mesmo clientes, a massagem é vista como uma atividade artística, pois os seus movimentos e suas técnicas envolvem muita coordenação, sensibilidade e habilidade para aplicar os toques na pressão, no ritmo e nos locais adequados, trazendo os benefícios necessários e almejados.

Desta forma, profissionais massagistas devem realizar suas atividades em alto nível de consciência e destreza, o que envolve muito treino, estudo e dedicação.

Qualquer pequeno desconforto ou irregularidade, seja no toque ou nas reações do paciente, deve ser imediatamente identificado pelo massagista, que deverá corrigir a sua abordagem, ajustando a pressão ou o local da aplicação dos movimentos da massagem.

Geralmente massagens desconfortáveis são decorrentes de técnicas e práticas mal empregadas por terapeutas destreinados ou com pouca experiência.

Apenas a posição do massagista já pode influenciar negativa ou positivamente a massagem. Saber se colocar diante do paciente também é uma característica de um bom profissional, obtida com a experiência e prática diária.

Sendo assim, sabendo-se que a massagem pode ser influenciada pelo posicionamento do massagista, tenha em mente que antes de iniciar a sessão, todas as áreas a serem tocadas e massageadas devem ser facilmente alcançadas e que, além disso, seja possível a imposição da pressão correta também.

Antes de iniciar a massagem, propriamente dita, no seu paciente, o massagista deve se preparar para a atividade com rigor.

O profissional deverá ter uma atenção especial à higiene, a sua aparência e às condições de suas mãos, que devem estar bem hidratadas, lisas, sem calos e com as unhas bem aparadas e lixadas.

As vestimentas dos massagistas devem ser limpas, leves e claras. O uso de aventais também é indicado, pois são facilmente higienizados e protegem a roupa de baixo contra gotas de cremes, óleos e loções que podem manchar ou sujar.

Suas roupas também devem permitir a execução fácil dos movimentos e não devem restringir qualquer manobra. Tecidos como algodão são os mais recomendados, pois são leves, flexíveis e maleáveis.

Cabelos compridos devem ser presos e, se possível, isolados com toucas cirúrgicas. Assim como colares, anéis e joias que possam prender ou machucar o profissional ou o paciente, também devem ser evitados.

Atente-se sempre para a higiene. As mãos do massagista devem sempre estar limpas e livres de qualquer substância que possa causar alergias e infecções em seus pacientes. Certifique-se de que as mãos sejam sempre bem lavadas antes e depois de qualquer massagem.

Mãos limpas e aquecidas

Manter as mãos aquecidas também deve ser observado pelo massagista atencioso. Para mantê-las quentes, utilize água aquecida para lavá-las. Friccione as mãos para mantê-las quentes e confortáveis ao toque depois de lavadas.

Um alongamento bem executado nas mãos também deve ser feito. Alongar as mãos e braços, facilitará a execução dos movimentos, permitindo que o massagista consiga desempenhar seu trabalho com conforto, com a cadência correta, aplicando uma excelente massagem.

Além de alongadas, as mãos do massagista devem estar relaxadas. Sendo assim, antes de começar a massagem, o profissional poderá massagear suas mãos também.

Uma mão relaxada ficará ligeiramente arqueada, com os dedos um pouco afastados e um pouco dobrados. Relaxar os braços e as pernas também é indicado para que os movimentos sejam realizados naturalmente, sem esforços desnecessários, que poderão prejudicar o profissional.

Quanto aos produtos utilizados na terapia, o terapeuta deverá observar a ergonomia do local. Os óleos, cremes, pós e loções devem estar próximo da maca de massagem, de tal forma que o seu manuseio seja o mais harmônico e breve possível, não interrompendo o ritmo da massagem.

Além disso, procure utilizar óleos e loções a base de água. Óleos de massagem podem ser inodoros ou com fracos odores, proveniente de essências suaves.

Os ambientes das sessões devem ser calmos, preferencialmente aquecidos e com bom isolamento contra ruídos externos. As cores das paredes e dos pisos devem ser neutras. Um ambiente bem ventilado também é recomendado.

Toalhas limpas, lençóis higienizados e papel toalha devem estar sempre disponíveis. Deixe disponível pelo menos dois travesseiros confortáveis com fronhas limpas e brancas sobressalentes.

Observadas essas recomendações, com a chegada do paciente à sessão, peça ao paciente para se despir em local adequado e privativo, para que ele possa se deitar na maca somente com a toalha, sem joias, relógios ou roupas grossas, que possam prejudicar a massagem.

O paciente deverá se deitar confortavelmente na maca, na posição indicada. Assim, inicie o tratamento com apalpamento da pele.

Essas manobras farão com que o massagista consiga identificar inicialmente os nós de tensões, rigidez e problemas nos tecidos e na musculatura. Com essas informações, o profissional saberá exatamente que técnica de massagem empregar, assim com a pressão ideal e o ritmo correto.

Durante a massagem, o massagista deverá observar as reações do paciente. É recomendado que haja comunicação entre o terapeuta e o seu cliente. Com a técnica adequada e com uma comunicação objetiva, os resultados aparecerão em pouco tempo, tornando a massagem extremamente proveitosa.

Curtiu este artigo? Compartilhe!

Artigos Relacionados

2 Comentários para “Como se Preparar para Fazer uma Massagem”

  1. Dafne Fioranelli

    Excelente tutorial pré-massagem. A etapa inicial de preparação da massagem, geralmente é negligenciada e nem todos tomam todos os cuidados. Com experiência própria, muitos massagistas nem se atentam para a ergonomia, por exemplo, prejudicando não somente o andamento dos trabalhos, mas sua saúde. Ótimo texto, parabéns!!

  2. Tereza Santos

    Muito bom este artigo!! Como massoterapeuta, sempre tive problemas em me organizar para receber o cliente. O preparo para a massagem é tão importante quanto o próprio procedimento e deveria ser melhor observado pelos profissionais massagistas. Adorei o site!! Já me cadastrei para receber a novidades do RioFGC Massagem. Continuem escrevendo conteúdos maravilhosos como este. Precisamos de mais sites como esse no mercado. Parabéns!!

Deixe uma resposta para Dafne Fioranelli Cancelar resposta